Carozzo

“Setor imobiliário faturou R$ 100 bilhões em tokenização em 2021”, revela CEO da Carozo

Compartilhe:

De acordo com Francisco Carozo, atualmente o maior mercado está nos créditos e fundos de investimento

A tokenização, modelo implantado no Brasil recentemente, é a transformação de um ativo real em digital, que é fragmentado em unidades criptografadas, ou seja, os tokens. Apesar de ser novidade no Brasil, o modelo – que chegou a Salvador através do empreendimento Porto Privilege, em construção no Porto da Barra – faturou R$ 100 bilhões em 2021, de acordo com o convidado do Podcast do Portal M!, Francisco Carozo, CEO da Carozo.

De acordo com ele, atualmente o maior mercado da tokenização está nos créditos e fundos de investimento.

“Existem fundos que estão comprando dívidas e transacionando as dívidas, como fontes de investimento, através de tokens. Ou seja, é mais um formato que temos no mercado, em que você cria registros digitais de dívidas, em que as pessoas emprestam dinheiro, se digitaliza e vende parte menores para diversos investidores”, explicou.

Diante deste cenário, Carozo diz não ter dúvidas de que a tokenização possibilita um mercado novo para o segmento imobiliário. Ele também destaca que o formato proporciona praticidade e agilidade nas transações.

“É mais um passo que está ocorrendo no mercado imobiliário. Não tenho dúvida de que essa tecnologia possibilita um universo novo para o mercado imobiliário. Estamos falando de benefícios adicionais, que vão surgir ao longo do próximo ano, que o setor imobiliário não conta por conta da burocracia envolvida”, projetou.

Carozo apontou ainda que uma das principais barreiras de entrada ao mercado imobiliário é a falta de liquidez. No entanto, ele explica que, com a tokenização, essa barreira poderá ser quebrada, possibilitando um novo volume de investimentos.

“Quando se fala em liquidez, é uma das principais barreiras de entrada dos investidores no mercado imobiliário. Então, se você melhora a liquidez para o imobiliário, está abrindo portas para um novo volume de investimentos. Você acelera a cadeia produtiva e, consequentemente, dá um salto na economia”, observou.

Por fim, Carozo destacou que a tokenização pode ser encarada como uma “mola propulsora”.

“Estamos falando de uma mola propulsora que vai representar a tokenização imobiliária. Não tenho dúvida de que o próximo passo será a regularização da possibilidade de transações, e a gente vai ver, em um futuro próximo, ocorrer a Bolsa de Balores do mercado imobiliário transacionando através de tokens criptoativos”.

FONTE: https://muitainformacao.com.br/post/62449–setor-imobiliario-faturou-r–100-bilhoes-em-tokenizacao-em-2021—revela-ceo-da-carozo

Outras Notícias

fevereiro 27, 2024

O mercado imobiliário baiano e as suas transformações

fevereiro 27, 2024

Short Stay: uma nova perspectiva de investimento no mercado imobiliário

janeiro 26, 2024

SHORT STAY: CONHEÇA NOVA MODALIDADE QUE TEM AQUECIDO MERCADO IMOBILIÁRIO DE SALVADOR

janeiro 26, 2024

Conheça o Short Stay, nova modalidade que tem aquecido o mercado imobiliário … – Veja mais em https://revistasacada.com.br/universo-imobiliario/conheca-o-short-stay-nova-modalidade-que-tem-aquecido-o-mercado-imobiliario/